Sessão de Q&A sobre o desenvolvimento e utilização do effect

  • Como foi o effect desenvolvido?
  • Em que pesquisa se baseou o effect?
  • Que benefícios proporciona este questionário online para os nossos clientes?
  • De que forma deve o effect ser utilizado?
  • Qual o resultado da utilização desta ferramenta online?

Aumentando a eficácia de equipas de gestão

O effect resulta da cooperação entre a cut-e e a Bang & Midelfart, e consiste numa ferramenta de avaliação on-line criada para ajudar a medir e desenvolver a eficácia de equipas de gestão.

O effect fornece a uma equipa de gestão uma visão sobre os seus pontos fortes e áreas de melhoria, assim como oferece sugestões concretas acerca da forma de melhorar a sua eficácia.

Webinar: Maximizar team effectiveness

Este webinar explica de que forma se podem apoiar e dar coaching às equipas de gestão por forma a aumentar o respectivo sucesso utilizando o questionário effect.  A experiência de 40 anos da Bang & Midelfart em gestão de team effectiveness é o núcleo do que é analisado e medido com o effect. Este modelo foi testado em mais de 100 projectos de gestão de desenvolvimento de equipas nos últimos 15 anos.

Compare a sua equipa de gestão com outras

Quando necessita de melhorar a eficácia da sua equipa de gestão ou de liderança, perceber como é que os membros destas equipas vêem o seu trabalho em conjunto é um bom começo. Concentra-
-se na mente e proporciona uma base de medida do progresso. Mas também vai querer saber como é que estão as outras equipas como é que trabalham juntas.
O effect permite comparar a sua equipa com um grupo de mais de 200 equipas de executivos ou de líderes, com base num modelo de eficácia amplamente utilizado e no qual se realizaram inúmeras pesquisa.

Como foi desenvolvido e em que se baseia o effect?

O professor associado Henning Bang (PhD) lidera um projecto de investigação no Departamento de Psicologia da Universidade de Oslo (Noruega) desde 1981. O principal objectivo da pesquisa consiste na identificação de indicadores relativos à eficácia de uma equipa de gestão de alto nível e de factores preditivos que influenciam ou estão associados ao seu desempenho.

Depois de realizar uma revisão abrangente da investigação publicada internacionalmente nos últimos 35 anos e de analisar pesquisas empíricas levada a cabo junto de mais de 200 equipas de gestão, a equipa do Dr. Bang propôs um modelo abrangente para avaliar eficácia de equipas de gestão de alto nível.

Este modelo é composto por 24 factores que constituem a base do questionário online effect. A implementação da ferramenta effect implica que cada membro de uma equipa de gestão avalie globalmente o desempenho dessa mesma equipa, tendo em conta os mencionados factores. Avaliação que é então comparada com um conjunto de normas compostas com base em mais 200 equipas de gestão.

Com o questionário effect, as organizações podem avaliar equipas de gestão, diagnosticar áreas de melhoria e contribuir para o seu desenvolvimento. A cut-e fornece a ferramenta online e, se necessário, formação, suporte e serviços de consultoria.

Como aumentar o grau de eficácia de uma equipa de gestão no seio de uma ‘flat organisation’?

Como efeito, esta é uma questão importante pois, embora isso pareça bastante fácil, na prática, é difícil de levar a cabo. Nas denominadas ‘flat organisations’ existem diversos indivíduos com expertise funcional distinta, trazendo diferentes perspectivas e abordagens às equipas de gestão. Acresce que, no seio de organizações assim estruturadas há muitas vezes a tendência para incluir o maior número de pessoas possível nas equipas de gestão. Aqui ficam quatro pistas para o ajudar a responder a esta questão:

  • Em primeiro lugar, é preciso ter em conta a composição da equipa de gestão, isto é, se nela estão adequadamente representadas capacidades, conhecimentos e responsabilidades operacionais.
  • Em segundo lugar, é necessário assegurar uma definição clara dos parâmetros com que a equipa opera, assim como quais os processos que devem ser seguidos, assegurando que os membros da equipa de gestão os entendem.
  • Em terceiro lugar, deve ser enfatizada a importância da preparação das reuniões da equipa gestão, para que cada um dos seus membros esteja preparado para a discussão e tomada de decisão.
  • Finalmente, ajudar a implementar acções deliberações contribuindo para estruturar e responsabilizar a equipa.

O effect explicado ao perito

O professor Henning Bang, que conduziu a pesquisa para o management team effectiveness, conversa acerca desta ferramenta online e explica como output produtivo das reuniões pode acrescentar valor à organização, para os membros da equipa e funcionamento das mesmas.

Leituras de Referência

Bang, H., Fuglesang, S. L., Ovesen, M. R., & Eilertsen, D. E. (2010). Effectiveness in top management group meetings: The role of goal clarity, focused communication, and learning behaviour. Scandinavian Journal of Psychology, 51, 253-261.

Cannon, M. D. & Edmondson, A., (2005), Failing to Learn and Learning to Fail (Intelligently). Long Range Planning, no. 3, 299-319.

Cohen, S. G. & Bailey, D. E., (1997). What Makes Teams Work: Group Effectiveness Research from the Shop Floor to the Executive Suite. Journal of Management, vol. 23 no. 3, 239-290.

De Wit, F. R. C., Jehn, K. A. & Greer, L. L., (2012). The Paradox of Intergroup Conflict - A Meta-Analysis. Journal of Applied Psychology, 360-390

Distefano, J. J., Maznevski, M. L. (2000). Creating value with diverse teams in global management. Organizational Dynamics, vol. 31 no. 1, 124-153

Edmondson, A., (1999). Psychological safety and learning behavior in work teams. ProQuest Psychology Journals,  vol.  96 no. 6, 1258-1274

Edmondson, A. & McLain Smith, D., (2008). Too hot to handle? How to manage relationship conflict. Rotman Magazine, vol. 49 no. 1, 6-31

Edmondson, A. & Lei, Z., (2014). Psychological Safety - The history, renaissance and future of an interpersonal construct. annualreviews.org

Friedman, V., Lipshitz, R. & Popper, M., (2005). The Mystification of Organizational Learning. Journal of Management Inquiry

Kozlowski, S. & Bell, B., (2001). Work Groups and Teams in Organizations. Cornell University ILR School

Mathieu, M., Maynard, T., Rapp, T. &Gilson, L., (2008). Team Effectiveness 1997-2007: A Review of Recent Advancements and a Glimpse Into the Futur. Journal of Management

Salas, E., Sims, D. & Burke, S., (2005). Is there a "Big Five" in Teamwork?. Small Group Research

pesquise-produtos

Pesquise entre mais de 40 testes psicométricos pelo teste mais adequado ao que pretende.
Search by
Topic
Instrument
Contacte-nos

Telefone +351 21 901 33 23

ou clique aqui

Subscreva a talentNews